Mundo Agrícola

Planejamento agrícola: 7 dicas de como fazer

18 May 22
2 min
01

O planejamento agrícola é um grande divisor de águas entre produtores profissionais e amadores. Por isso, listamos 7 dicas para ajudar você em montar o seu!


Planejamento é fundamental para todas as áreas de nossa vida. E o planejamento agrícola não foge a regra! Ele deve ser utilizado pelas fazendas como uma das estratégias para melhorar a produtividade e resultados.

Contar só com a sorte é arriscado. Se basear em experiências do passado pode te deixar para trás.

Por isso, quem quer lucratividade foca em organização e em planos para o futuro!

O que é planejamento agrícola?

O planejamento agrícola é um grande divisor de águas entre produtores profissionais e amadores. Quando bem elaborado, representa grande vantagem competitiva e pode fazer a diferença entre se ter um resultado econômico positivo ou negativo. 

Basicamente ele engloba o conhecimento de todos os processos de produção – do manejo dos solos, aplicação de insumos, colheita até a venda do produto final.

Seu objetivo é aumentar a rentabilidade e a sustentabilidade da fazenda, além de preparar para eventos inesperados, como adversidades do clima, aumento do valor de defensivos entre outros.

Dicas para colocar o planejamento agrícola em prática

1. Levante todos os dados que você tem até agora

Reúna todos os registros, anotações e dados que o permitam ter uma visão geral de como anda sua fazenda. Isso é fundamental, já que esse olhar macro vai ser a base de um planejamento sólido e eficiente.

2. Cheque as condições do seu maquinário agrícola

Você sabia que mais de 25% dos custos provenientes de reparo podem ser cortados se a manutenção do maquinário agrícola for realizada rotineiramente? A informação é da Companhia Nacional do Abastecimento e mostra a importância da revisão do maquinário. 

Além de garantir o bom funcionamento e maximizar a vida útil dos equipamentos, você evita ter que parar a produção porque uma das máquinas está quebrada.

3. Defina o orçamento para o ano safra

O orçamento deve envolver todos os dados financeiros envolvidos na produção - receitas, despesas e investimentos. Quando bem planejado, ele permite aos administradores da fazenda a tomada de decisão mais racional e lucrativa para o negócio.

4. Planeje o calendário de atividades do ano agrícola

O calendário auxilia no planejamento agrícola, orientando sobre a época correta para o plantio, a colheita, adubação e inúmeras outras informações.

5. Monitore o planejado e o realizado com frequência

Reunir um monte de informações e não acompanhá-las pode não trazer os resultados esperados. Por isso, procure monitorar o que já foi feito e os pontos frágeis do seu planejamento. Só assim você terá certeza de que está indo no caminho certo.

6. Analise os resultados para planejar o próximo ano

Após a safra colhida e vendida reveja seu planejamento agrícola. O que deu certo continue a fazer, o que não deu resultado repense e melhore os processos. Desse jeito você saberá exatamente onde melhorar e cada safra irá se aperfeiçoar mais e melhor.

7. Separe parte do lucro para investimentos e melhorias

Este é um ponto crucial do planejamento agrícola, já que é possível melhorar a produção com o uso de equipamentos modernos e automatizados. Porém, para isso é preciso investimento. Separar uma parte do lucro das plantações anteriores pode contribuir para a renovação de sua fazenda.

O Consórcio New Holland é uma excelente opção para investimento em equipamentos agrícolas. Confira!



Por New Holland
Oferecemos os melhores consórcios automóveis do mercado, trabalhando há mais de 25 anos no mercado.

Fique por dentro de nossas novidades!